PERIFERIAS CONTRA O GOLPE

PERIFERIAS CONTRA

MANIFESTO

“Periferias, vielas, cortiços… Você deve estar pensando o que você tem a ver com isso”

Nós, moradoras e moradoras das periferias, que nunca dormimos enquanto o gigante acordava, estamos aqui pra mandar um salve bem sonoro aos fascistas: somos contra mais um golpe que está em curso e que nos atinge diretamente!

Nós, que não defendemos e continuamos apontando as contradições do governo petista, que atendeu poucas das nossas demandas reais enquanto se aliou com quem nos explora. Nós, que também nos negamos a caminhar lado a lado de quem representa a Casa Grande.

Nós, periféricas e periféricos, que estamos na luta não é de hoje. Nós, que somos descendentes de Dandara e Zumbi, sobreviventes do massacre de nossos antepassados negros e indígenas, filhas e filhos do Nordeste, das mãos que construíram as grandes metrópoles e criaram os filhos dos senhores.

Nós, que estamos à margem da margem dos direitos sociais: educação, moradia, cultura, saúde.

Nós, que integramos movimentos sociais antes mesmo do nascimento de qualquer partido político na luta pelo básico: luz instalada, água encanada, rua asfaltada e criança matriculada na escola.

Nós, que enchemos laje em mutirão pra garantir nosso teto e conquistar um pedaço de chão, sem acesso à terra tomada por latifundiários e especuladores, que impedem nosso direito à moradia e destroem o meio ambiente e recursos naturais com objetivo de lucro.

Nós, que sacolejamos por três, quatro horas por dia, espremidos no vagão, busão, lotação, enfrentando grandes distâncias entre nossas casas aos centros econômicos, aos centros de lazer, aos centros do mundo.

Nós, que resistimos a cada dia com a arte da gambiarra – criatividade e solidariedade. Nós, que fazemos teatro na represa, cinema na garagem e poesia no ponto de ônibus.

Nós, que adoecemos e padecemos nos prontos-socorros e hospitais sem maca, médico, nem remédio.

Nós, que fortalecemos nossa fé em dias melhores com os irmãos na missa, no culto, no terreiro, com ou sem deus no coração, coerentes na nossa caminhança.

Nós, domésticas, agora com carteira assinada. Nós, camelôs e marreteiros, que trabalhamos sol a sol para tirar nosso sustento. Nós, trabalhadoras e trabalhadores, que continuamos com os mais baixos salários e sentimos na pele a crise econômica, o desemprego e a inflação.

Nós, que entramos nas universidades nos últimos anos, com pé na porta, cabeça erguida, orgulho no peito e perspectivas no horizonte.

Nós, que ocupamos nossas escolas sem merenda nem estrutura para ensinar e aprender. Nós, professoras e professores, que acreditamos na educação pública e não nos calamos e falamos sim de gênero, sexualidade, história africana e história indígena – ainda que tentem nos impedir.

Nós, que somos apontados como problema da sociedade, presas e presos aos 18, 16, 12 anos, como querem os deputados.

Nós, cujos direitos continuam sendo violados pelo Estado, levamos tapa do bandeirante fardado, condenados sem ser julgados, encarcerados, esquecidos, quando não assassinados – e ainda dizem: “menos um bandido”.

Nós, mulheres pretas da mais barata carne do mercado, que sofremos a violência doméstica, trabalhista, obstétrica e judicial, e choramos por filhos e filhas tombados pelo agente do Estado.

Nós, gays, lésbicas, bissexuais, travestis, homens e mulheres trans, que enfrentamos a a violência e invisibilidade, e não aceitamos que nos coloquem de volta no armário.

Nós, que não aceitamos nossa história contada por uma mídia que não nos representa e lutamos pelo direito à comunicação. Nós, que estamos construindo, com nossa voz, as próprias narrativas: poesia falada, cantada, escrita.

Nós, que sempre estivemos nas ruas, nas redes, nas Câmaras, na cola dos politiqueiros de plantão e que agora somos taxados de terroristas por causa de nossas lutas. Nós, que aprendemos a fazer até leis para continuar lutando por nossos direitos. Nós, que garantimos a duras penas o mínimo de escuta em espaços de poder, não aceitamos dar nem um passo atrás.

Nós, que somos de várias periferias, nos manifestamos contra o golpe contra o atual governo federal promovido por políticos conservadores, empresários sem compromisso com o povo e uma mídia manipuladora.

Não compactuamos com quem vai às ruas de camisa amarela com um discurso de ódio, fascista, argumentando o justo “combate à corrupção” mas motivado por interesses privados. Não compactuamos com quem defende a quebra da legalidade para beneficiar a parcela abonada da população, em troca do enfraquecimento do Estado Democrático de Direito pelo qual nós dos movimentos sociais periféricos lutamos ontem, hoje e continuaremos lutando amanhã.

Nós, que sabemos que a democracia real será efetiva apenas com a ampliação de direitos e conquistas de nosso povo preto, periférico e pobre, a partir da esquerda e de baixo pra cima.

Nós, que conquistamos só uma parte do que sonhamos e temos direito, não admitimos retrocesso. Reivindicar o respeito à soberania das urnas e a manutenção do Estado Democrático de Direito. Reivindicamos as ruas enquanto espaço de diálogo, debate e fazer político, mas nunca como território do ódio. Reivindicamos nossa liberdade de expressão, seja ela ideológica, política ou religiosa. Reivindicamos a desmilitarização das polícias, da política e da vida social. Reivindicamos o avanço das políticas públicas, dos direitos civis e sociais.

Não vai ter golpe. Não vai ter luto. Haverá luta!
:::: Até a manhã de 29/03/2016, mais de 450 coletivos, movimentos, redes e organizações da sociedade civil haviam assinado o manifesto:

#VILAMARUMBICONTRAOGOLPE
A Melhor da Cidade Cia Teatral
A.L.M.A. Associação de Luta por Moradia de Americanopolis
Abayomi Ateliê
Ação Educativa
África Plus Size Brasil
Afro Hooligans
AfroeducAÇÃO
Agencia Popular Solano Trindade
Agenda Preta
AGENDES Agencia de Desenvolvimento Social
Ago Lona
Aláfia
Algodão de Fogo
Aliança de Responsabilidades por Sociedades Sustentáveis
Aliança Negra Posse
AllaCoci
Amigos da Terra Brasil
Anomia Coletivo
APSP – coletivo de gênero
Arebeldia – BH – MG
Arquitetos Sem Fronteiras Brasil
Artesãos de bteailia
Articulação Brasileira de Gays
As 10 Graças de Palhaçaria
Assoc. Moradores Vale dos Canudos
Associação A BANCA
Associação amigos do basquete do Riviera
Associação Beneficente Camargo Novo e Adjacências
Associação Coletivo Cinemateus
Associação Comunitária de Ação Social do Bairro Tupi ASCOMASBT
Associação Cultural CONPOEMA
Associação Cultural Fábrica de Cinema
Associação cultural História em Construção
Associação Cultural José Marti da Baixada Santista
Associação Cultural Literatura no Brasil
Associação de Arte e Cultura Periferia Invisível
Associação de povos e comunidades Tradicionais de matrizes africanas e Afro brasileira Katina da Silva
Associação dos Moradores do Caranguejo
Associação dos Moradores do Jardim Casa Branca e Adjascências
Associação dos Pacientes Renais de Presidente Epitácio e Região
Associação Esportiva Araguaia
Associação Franciscana DDFP
Associação H² M.O.R Hip Hop Movimento Organizado de Rua
Associação Participe de Comunicação Social
Associação Prosa na Serra
Associação Ritmo Urbano e Arte – ARUA
Associação Sou Andreense
Ateliê aberto Sagrado Interior
Ateliê Azu
atelier mata adentro
Audácia – Q.I. Alforria
Azulmata #SouPeriferia
Baciada das Mulheres do Juquery
Banco Comunitário União Sampaio
Baobá Arte e Educação
BIBLIOTECA CAROLINA MARIA DE JESUS
Bloco do Beco
Bloco do Padreco
Bloco Saci da Bixiga
Blog Combate Racismo Ambiental
Blog do Ivanovitch 2
Blog Inspiração Sustentável
Blog NegroBelchior
Blog Sarau Para Todos
Blogueiras Negras
Bocada Forte
Brava Companhia
Brechoteca Biblioteca Popular
Brigadas Populares
Cagebê
Cais – Cultura, Arte e interação Social
Candaces Organização de Mulheres Negras e Conhecimento de Juiz de Fora -MG
Capulanas Cia de Arte Negra
Casa da Imaginação
Casa das Crioulas
Casa de Cultura do Campo Limpo
Casa Dharma
Casa do Hip Hop de Bauru
Casa do Hip Hop Sanca e Movimento Hip Hop de São Carlos
Casa do Menor Trabalhador-RJ
Casa Frida – Casa Popular de Cultura de Rua Frida Kahlo
Casa Popular de Cultura de M’Boi Mirim
Casadalapa
CCB – Centro Cezar Baiano de Cultura e Educação Popular
Cedeca Interlagos
Centro comunitario do taquaril
Centro Cultural Marcelo Breunig
Centro Cultural Monte Azul
Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Colinas
Centro de Educação e Assessoria Popular-CEAP
Chorinho no Monte
Cia Brasílica
CÍA DOS PRAZERES
Cia Enchendo Laje & Soltando Pipa
Cia Humbalada de Teatro
Cia Janela do Coletivo
Cia Sansacroma
Cia Teatral Língua de Trapo – Ponto de Cultura
Cia Treme Terra e Ponto de Cultura Afrobase
Cia. Ópera Brasília
Cia. Teatral Aos Quatro Ventos
CicloZN
Cidade Hip Hop
Cine Campinho
Cine da quebrada
Cine grilo
CineBecos
Cinequanon Cultural/ Projeto Nêga Rosa / Coletivo Juventude Sem Fronteirass
Círculo Palmarino
Claudias,Eu?Negra!
CNLB – CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL
Cojira/SP: Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial
Coleta Filmes
Coletiva Estamira de Mulheres Psicólogas
Coletive Friccional
Coletive Zoooom
Coletivo ABAYOMI ABA
Coletivo Advogados para a Democracia (www.coade.net.br)
Coletivo ArteFato
Coletivo Brincantes Urbanos
Coletivo Cafuzas
Coletivo Canal Motoboy
Coletivo Candeia
COLETIVO CRONOTOPO
Coletivo Cultural Estado de Poesia
Coletivo Cultural Marginaliaria
Coletivo Cultural Pic Favela
Coletivo Cultural Sankofa
Coletivo Cutucar
Coletivo de Comunicação Desenrola E Não Me Enrola
Coletivo de fotógrafos Lente Quente/Jornalismo UEPG
Coletivo de Galochas
Coletivo de Negras e Negros EACH
Coletivo Dente de Leão
Coletivo Eletro Tintas
Coletivo em Silêncio, Reage Artista
Coletivo Encontro de Utopias
Coletivo Estudantes de Luta
Coletivo FABCINE
Coletivo Feminista Baré
Coletivo Fezozine
Coletivo Fora de Frequência
Coletivo Garrafas Térmicas
Coletivo Juventude Ativa
Coletivo Laço Clã
Coletivo Levante Mulher
Coletivo LGBTTs Santo Ângelo – RS
Coletivo literario Sarau Elo da Corrente
Coletivo Livros ao Vento
Coletivo Maloqueria Fortaleza
Coletivo Malungo
Coletivo Merlino
Coletivo Mjiba
Coletivo Modtrip
Coletivo MOJUBÁ -Minha Ancestralidade te incomoda?
Coletivo Muros que Gritam…
Coletivo novos poetas da vila nhocune
Coletivo Pé na Massa
Coletivo Perifatividade
Coletivo Periferia Resiste
Coletivo Pretas Peri
Coletivo R.U.A.
Coletivo R5
Coletivo Religare
Coletivo Sasso
Coletivo Sistema Negro
Coletivo sócio-educativo Quilombo do Morro
Coletivo Tenda Literária
Coletivo Transformar
Coletivo Verde América
Coletivo VOZ
Coletivo Voz Ativa
Coletivo Voz da Leste
Coletivo-Movimento de Moradia- Sapopemba
ColetivoFilhas da Luta
comitê de mulheres do territórios da borborema pb
Comitê Juventude e Resistência Z/S – SP
Comitê Popular de Santos pela Verdade, Memória e Justiça
Companhia dos Atores do Rei
Companhia Teatral Sama Elyon
Companhiadanaoficcao
Compostela (Galiza)
Comunidade Cidadã
Comunidade Cultural Quilombaque
Conjunto Coisa da Antiga
CONSELHO TUTELAR DE ÁGUAS CLARAS
Contadores de Incompletudes
Cooperifa
COOPERSOL
Correspondência Poética
Cursinho Popular TRANSformação
DCE Novo Mané – Diretório Central dos Estudante da UTFPR – Campus Londrina
Debate Progressista
Descompan(h)ia demo_lições artísticas iLTDAs
DiCampana
DRE Campo Limpo
Duplalêlê – Contação de historias
ECLA – Espaço Cultural Latino Americano
Editora Essencial
EITA AÇÃO CULTURAL
EITA! Sarau
Equipe EJA/MOVA Osasco
ERRO Grupo (Florianópolis/SC)
Espaço Comunidade
Espaço Gnu Lab
Estudantes Pela Legalidade
Eu Amo Baile Funk
Expo Comunidade
Favela, uma foto por dia
FECEB RN
Federacao das Associações de Moradores do Estado de Minas Gerais _ FAMEMG
Fiandeiras Real Parque
Fome Noise
Forro da Quebrada
Fórum de Cultura São Mateus
Fórum Direito à Verdade à Memória e à Justiça
Fórum Municipal de Trabalhadores do SUAS – Belo Horizonte
Fragmento Urbano Dança
Frente Antifascista de Pernambuco
Frente de Resistência Samba do Congo
Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop
Fuck City Crew
GEDS grupo de estudos drogas e sociedade
Gelateca
GeoGrafit
GOMA – Casa de Comunicação e Arte
Grêmio kami Thanatos Y Hypnos
GREMIO RECREATIVO CULTURAL E BENEFICENTE ESCOLA DE SAMBA EM CIMA DA HORA PAULISTANA
Grupo 011
Grupo candearte
Grupo Clarianas
Grupo Clariô de Teatro
Grupo de Coco Semente Crioula
Grupo de Pesquisas Ufológicas Ufo-Gênesis
Grupo doBalaio
Grupo Livre Ameaça
Grupo noroeste
Grupo Pandora de Teatro
Grupo Parthos
Grupo Pés Esquerdos de Teatro Feminista
Grupo Tortura Nunca Mais de São Paulo
Grupo Transformar
Guardiões Griô
Guerra Urbana banda punk
Haphirma Coletivo cultural – Trepe Origens
Hip Hop Mulher (Assoc. A Mulher e o Movimento Hip Hop)
Hip Hop No Monte
Homems de Saia – Coletivo Bicho Solto
IACOREQ – Instituto de Assessoria as Comunidades Remanescentes de Quilombos RS
IAJUM
Illumina Imagens e Memória
Ilú Obá de Min
Imaginaria Cultural
Imargem
Instituto Amazônico de Comunicação e Educação Popular – IACEP Amazônia
Instituto Bela Flor de Lis
Instituto Bem Estar Brasil
Instituto GG5 de Desenvolvimento Comunitário
Instituto Kairós
Instituto Palmas
Instituto Pombas Urbanas
IPAC – Instituto de Pesquisas e Ação Comunitária
IPDM – Igreja Povo de Deus em Movimento
Jardim Miriam Arte Clube – JAMAC
Jazz da Comunidade
Jequitibá Cultural
Jongo da Serrinha
Jornada pela Democracia
Jornal Vozes da Vila Prudente
jornalistas livres
Juventude Libre Cotia
Juventude Politizada Parelheiros
Juventude Revolução
K-Tchal Produções
Kalandis
Kilombagem
La Plataformance
Lab Fantasma (Evandro Fióti e Emicida)
labExperimental.org
Lado (B)lack
Laia Periférica
Leão de Judah
Leela Grupo Teatral
Lentes Periféricas
Levante Popular da Juventude
Levante Popular da Juventude maranhao
Liga dos Invasores
Liga Panelladexpressão
LiteraRUA
MAP (Movimento Aliança da Praça)
Maracatumba – RJ
Marcha Mundial das Mulheres
MASSAPEARTS
MDM Movimento pelo direito a Moradia
Me Parió Revolução – Selo Editorial Feminino/Periférico
Medicos pela democracia
menor slam do mundo
Mesoperiferia
Mídia Lunar
Midia Periferica
Mixtura
Movimento #semprenaluta! Manaus
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo
Movimento Cultural Grajau
Movimento de mulheres negras
MOVIMENTO FORA DA ORDEM
Movimento Hip-Hop Organizado (MH2O)
Movimento Independente Mães de Maio
Movimento Mudança
Movimento Ocuparte
MOVIMENTOS EM REDE
MQG
MSU Movimento dos Sem Universidades
MTD – Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos
MTST – Movimento dos Trabalhadores Sem Teto
MUDA SP/ Boraplantar/ Zona da Mata
Mudança de Cena
Mulheres de Pedra – RJ
Mundicoisa
Na Função Produções Artísticas
Nação Hip-Hop Brasil
NaMargem – Núcleo de Pesquisas Urbanas
NEPAIDS-USP – Nucleo de Estudos para a Prevenção da Aids da Universidade de São Paulo
Ninguém Lê
Nós, Madalenas
Núcleo Bartolomeu de Depiimentos
Núcleo de Consciência Negra da USP
Núcleo de Direitos Humanos da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo
Núcleo de Economia Solidária da Universidade de São Paulo (NESOL-USP)
Núcleo de ensino, pesquisa e extensão Conexões de Saberes na UFMG
Núcleo Mulheres Negras
Núcleo Negro Unifesp Guarulhos
Núcleo Poder e Revolução
Núcleo Reflexos de Palmares – UNIFESP Baixada Santista
Núcleo Teatral Filhos da Dita
Nuraaj – núcleo de referência em atenção à adolescência e à juventude – Instituto Sedes Sapientiae
O Estopim – Coletivo Nacional de Juventude
O SONO SOLO
Observatório da Juventude – Zona Norte
Observatório da Juventude da UFMG
Observatório Popular de Direitos
Oca Materna Arte educação e Sustentabilidade
OCUPE-SE: A LUTA ENTRE O LÁPIS E A BORRACHA
ONG DEFESA DE DIREITOS
Oriashé Org.Mulheres Negras- Cohab Cidade Tiradentes/SP
Os Joncas -Piaui
Panaméricas Diásporas
Parceiros em Luta
Pastoral da Juventude do Meio Popular
Pastoral operaria diocese de campina grande pb
Periaferia Ativa
Periferia Cultura e Resgate
Periferia em Movimento
Phábrika de Arthes
Piratas Urbanos
PJMP
Pode Pá Perus: Hiphopnaação
Poesia Coletiva
Poesia Maloqueirista
Poetas Ambulantes
Poetas do Tietê
Portal Flores no Ar
Portal Mulheres no Hip Hop
Praçarau
Programa Empoderadas
Projeto 100 Histórias Negras
Projeto Comunidade Samba do Monte
Projeto Espremedor
Projeto Tipo Ubuntu
Protesto Materno
Quebrada de Coco
Quilombação
Radicais Livres S/A
Rádio Cirandeira
Raiz criola
Reciclados Artisticos
Rede Liberdade
Rede Pipa
Rede Popular de Cultura Mboi Campo Limpo
Rede popular solidaria
Rede Sem Fronteiras de Teatro da/o Oprimida/o
Rede Social de Justiça e Direitos Humanos
rede vencer juntos
Refundação Comunista
Revista FaveLê
RNP Núcleo RN
Rodas de leitura
Role de Bike
Rua de Fazer
Rumos Consultoria em Desenvolvimento Sustentável
SAJU UFSC (Serviço de Assessoria Jurídica Universitária Popular)
SAMBAQUI
Sanatório Produções
São Mateus em Movimento
Sarau Comungar
Sarau D’Quilo
Sarau do Binho
sarau do burro
Sarau do Grajaú
Sarau do Pira
Sarau Itinerante
Sarau na Quebrada
Sarau O que dizem os Umbigos?!
Sarau Preto
SARAU QUINTA EM MOVIMENTO
Sarau Sem Poetas
Sarau Sobrenome Liberdade
Sarau Suburbano
Sarau Verso em Versos
Sarauzim Mesquiteiros
selo do burro
Sessão de Fatos
Setenta vezes sete
Shabazz Empire
Sindicato de Engenheiros/RJ
Sindicato dos Economistas de Minas Gerais
Sinttel
Slam da Guilhermina
Slam da Ponta
Slam do Grito
Slums
Só Com Vinil
SOU DANDARA
Soul Rueiro
SóZine
SP Invisível
SUATITUDE (Sindicato Urbano de Atitude)
Teatro da Vertigem
Teatro Girandolá
Toca do Lobo Produções – Complexo do Alemão
TRÓPIS iniciativas socioculturais
Trupe na RUA
Turma D’ Raiz – Essência Velha Escola
Turnê SaraÔnica
UNAS Heliópolis
Uneafro Brasil
União Brasileira de Mulheres
UNIÃO DA JUVENTUDE BRASILEIRA
Uniao de mulheres de SP
União Nacional por Moradia Popular
Unidade Produtiva TERRA ZINE
Unisol Brasil
Universidade da Correria
Vila 57 – Feira da Mata-Ba
Visão Soluções Sociais
Zumaluma
Zumbiblioteca

Também assinam o manifesto individualmente mais de 2.100 artistas, ativistas, educadoras e educadores, cidadãos em geral, que moram ou atuam nas periferias. Confira a relação completa em: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1690mdt16LZbO_N6Pzrr6YSUNuBkmj3lbBrH0NrDK7mI/edit?usp=sharing

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: